Discutindo o Tema

via imaginie

  • TENHA EM MENTE QUE OS TEMAS DO ENEM SÃO DE DISCUSSÕES SOCIAIS 

Isso quer dizer que os assuntos pautados na proposta estão na mídia e são discutidos por pessoas próximas a você. Provavelmente você já ouviu falar sobre eles em jornais, leu sobre algo na internet ou aprendeu de alguma forma na escola. Isso acontece porque o Enem espera que façamos inferências a partir do nosso repertório sociocultural. Esforce-se ao máximo para lembrar nem que seja apenas um comentário feito sobre a questão e tente destrinchá-lo como argumento.

  • QUESTIONE O TEMA PROPOSTO 

Para começar a desenvolver uma argumentação sobre o tema, comece a fazer perguntas sobre ele. Exemplo: “A persistência da violência contra a mulher na sociedade brasileira” > Há violência? De que forma? Por que a mulher é o alvo dessa violência? Por que “persistência”? Ocorre desde quando? Há uma raiz histórica relacionada à questão? Por que questionamos esse problema no contexto social brasileiro especificamente? Ao tentar responder a essas perguntas, reflexões críticas acerca do tema serão suscitadas e você terá uma melhor capacidade de desenvolver o tema.

  • TENTE LEMBRAR SITUAÇÕES OU CONTEXTOS QUE VOCÊ SABE ASSOCIAR À QUESTÃO ALI PROPOSTA  

Seguindo, ainda, o exemplo acima, pense em quais situações você se lembra a respeito. Você já ouviu falar sobre mulheres violentadas? De quais formas? Anote. Em quais contextos? Ambiente profissional ou doméstico? Anote. Junte o maior número possível de associações sobre o assunto, crie tópicos e, a partir de então, dê profundidade de reflexão crítica a eles.  

  • EXPLORE OS TEXTOS DE APOIO  

Fizemos um post exclusivo para te ensinar o que fazer com os textos motivadores, e te indicamos detalhadamente o propósito de eles estarem ali. Basicamente, a função do texto de apoio é nortear o candidato sobre o assunto, principalmente em situações como essas, em que ficamos um pouco perdidos sobre o que falar a respeito. Leia AQUItudo que você precisa saber para explorar adequadamente os textos de apoio e usá-los ao seu favor se der “um branco” na hora da prova.  

  • TENHA CALMA E PERMITA-SE REFLETIR  

Sabemos que não é uma situação confortável ficar perdido na hora de produzir. Mas também não adianta se desesperar. Você já sabe que precisará organizar calmamente uma linha de raciocínio sobre um assunto do qual não domina, portanto, tenha calma! Use as dicas acima e dedique-se ao máximo para fazer uma boa redação. Saia da prova tendo certeza de que você deu o seu melhor!

  • SEJA CRÍTICO: POR QUE DISCUTIR SOBRE?  

Uma das perguntas-chave que você deve fazer a si mesmo quando se deparar com o tema é: por que discutir sobre isso? Qual é a relevância desse assunto? Assim você já desperta criticidade para problematizar a questão e direcionar o desenvolvimento para a defesa de uma tese.  

  • TREINE! 

Ok, essa dica não vai adiantar muito quando você já estiver fazendo a prova, mas ela entra aqui como um alerta: não deixe de treinar! Quanto maior o número de temas com os quais você tiver contato, maior a chance de você não ser pego de surpresa na hora da prova. Para já colocar essa dica em prática, acesse AQUI nossos temas de redação (são mais de 200 só do Enem!) e coloque a mão na massa! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *