O acesso à produção cultural em questão no Brasil

Olá, pessoal, como vocês estão?

Preparados para o tema da semana? Antes dos texto, assistam ao vídeo abaixo e entendam o conceito de cultura. Neste tema, vocês precisam escrever sobre o acesso à produção cultural no Brasil, Pensem nas questões: todos têm acesso ao mesmo tipo de cultura? Teatro e cinema estão acessíveis a todos? Quem gosta de funk tem menos “cultura” do que quem ouve Caetano Veloso? 

 

Na introdução, já sabem: como é o acesso da sociedade á produção textual, deem uma causa/consequência.

Abraços.

Profª.: Jussara

Texto 1

“Cultura” é um conceito usado genericamente para falar da totalidade dos valores e das práticas humanas. Neste sentido, cultura é tudo o que é produzido pelo ser humano enquanto não é próprio da natureza. Em um segundo sentido, costumamos chamar de cultura um tipo de recorte para definir práticas relacionadas às artes e às chamadas ciências humanas voltadas à pesquisa de cunho antropológico e social.  Marcia Tiburi, 2009

Fonte: http://goo.gl/gwM0tB

Texto 2

Entretenimento: a minoria dos brasileiros frequenta cinema uma vez no ano. Quase todos os brasileiros nunca frequentaram museus ou jamais frequentaram alguma exposição de arte. Mais de 70% dos brasileiros nunca assistiram a um espetáculo de dança, embora muitos saiam para dançar. Grande parte dos municípios não possui salas de cinema, teatro, museus e espaços culturais multiuso.

Livros e Bibliotecas: o brasileiro praticamente não tem o hábito de leitura. A maioria dos livros estão concentrados nas mãos de muito poucos. O preço médio do livro de leitura é muito elevado quando se compara com a renda do brasileiro nas classes C/D/E. Muitos municípios brasileiros não têm biblioteca, a maioria destes se localiza no Nordeste, e apenas dois no Sudeste.

Acesso à Internet: uma grande porcentagem de brasileiros não possui computador em casa, destes, a maioria não tem qualquer acesso à internet (nem no trabalho, nem na escola). Profissionais da Cultura: a metade da população ocupada na área de cultura não têm carteira assinada ou trabalha por conta própria.

Fonte: Unesco, 2015. Disponível em: http://goo.gl/VVslIX

Texto 3

O Vale-Cultura foi criado para beneficiar prioritariamente os trabalhadores que recebem até cinco salários mínimos. Com ele, o trabalhador pode comprar ingressos de teatro, cinema, museus, espetáculos, shows, circo, CDs, DVDs, livros, revistas, jornais, entre outros. O Vale-Cultura também poderá pagar mensalidades de cursos de audiovisual, dança, circo, fotografia, música, literatura, teatro, entre outras atividades culturais.

O benefício é concedido pelo empregador aos seus trabalhadores com vínculo empregatício formal com empregador por meio de um cartão magnético pré-pago, válido em todo território nacional, no valor de R$ 50,00 mensais.

Para os trabalhadores que quiserem adquirir produtos ou serviços culturais que custam mais de R$ 50,00, uma boa notícia: o crédito é cumulativo, ou seja, não expira nem tem prazo de validade. Assim, é possível fazer uma poupança para viabilizar a compra desejada.

Fonte: Ministério da Cultura, 2015 Disponível em: http://goo.gl/ctX5tR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *