Machine

Um dia desses, ao preparar o vídeo de divulgação do Show de Talentos aqui do CAVG, me deparei com o vídeo abaixo. Pare uns minutinhos para ver esse vídeo da incrível “Wintergatan Marble Machine”:

Quando vi essa máquina, fiquei impressionado! Assisti o vídeo mais de uma vez. Por mais legal que tudo isso possa parecer, de maneira geral, não pensamos em como tudo isso foi feito. Em outros vídeo o rapaz ensina como ela funciona (Parte 1 e Parte 2), e em outros vídeos dele, há a construção da máquina.

Todo esse aparato altamente complexo, veio a existir por meio da mente inteligente do jovem que a construiu, mediante meticuloso projeto. Ponto. Guarde essa informação e assista a esse outro vídeo:

Perceba que, como no vídeo da Wintergatan Marble Machine, ficamos impressionados com o resultado final, mas não pensamos muito no processo. Tudo o que você viu no último vídeo é o acontece dentro de cada célula de nosso corpo, todos os dias!

Somos como uma máquina! Temos também projeto em nosso corpo e consequentemente um Projetista que nos fez quem somos!

Pense em suas aulas de ciência e/ou biologia, o que no seu corpo indica que você é uma máquina altamente desenvolvida, criada por um Projetista (que penso ser Deus)? Deixe seu comentário.

Pebolim

Nascido na Europa, por volta de 1936, o Futebol de Mesa foi inspirado no Tênis de Mesa. Alexandre Fisterra lutou na Guerra Civil Espanhola e ferido foi para um hospital. Ali, sem poder se divertir, viu crianças que também estavam incapacitadas de brincar, de jogar futebol. Fisterra teve então a ideia de criar o nosso conhecido Pebolim.

Em alguns lugares, ele é conhecido com outros nomes como: Totó, pacal ou matrecos. Em Portugal há até competições oficiais de Matraquilhos, nome pelo qual o brinquedo é conhecido lá.

Depois da curiosa história do Pebolim, é de se esperar que o jogo seja um sucesso, inclusive em nossa escola. Hoje, cheguei 6:30 da manhã. Subi e esperava pela abertura do portão superior. Por cima, observei a partida sendo travada entre os meninos que haviam chegado cedo.

Um deles ficou na mesa durante os 20 minutos em que estive vigiando-os. Entrava um, levava dois gols, saia. Outro entrava em seu lugar, tomava uma lavada, saia. E assim, foi um após o outro. O ciclo se repetia. Entravam dois contra este campeão. Nada. Ninguém podia subjugá-lo. Apenas uma vez, vi ele tomando um gol. Não obstante, ele retomava o controle da partida, eliminando o adversário.

Vivemos em meio a um Grande Conflito, entre as forças do bem e as forças do mal. Uma batalha invisível entre Cristo e seus anjos contra Satanás e seus demônios.

Que reflexões podemos tirar de uma partida de pebolim no contexto desse referido Grande Conflito? Deus joga contra Satanás? As pessoas são controladas por um ou outro poder?

O que você acha? Deixe seu comentário!

Segundo Livro

Ao [estudante] contemplar as coisas da Natureza, advém-lhe uma nova percepção da verdade. O livro da Natureza e a Palavra escrita derramam luz um sobre o outro. Ambos o fazem relacionar-se melhor com Deus, ensinando-lhe o que concerne ao Seu caráter e às leis por meio das quais Ele opera.

{WHITE, E. G. A Ciência do Bom Viver, 462, ênfase acrescentada}

Bíblia, Palavra de Deus, revelação escrita. Natureza, o segundo livro da revelação de Deus.

Veja o que Paulo diz a respeito:

Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis
Romanos 1:20

Ou seja, o apóstolo diz que as coisas criadas por Deus “falam” a respeito do poder dEle e de Sua natureza divina, mesmo sem palavras (Cf. tb. Sl 19)!

Jesus usava com frequência as imagens naturais para ensinar lições espirituais. As aves do Céu, os lírios do campo, a semente de mostarda, a figueira…

Olhe hoje para a natureza: Céu, plantas, animais… que lições espirituais você pode extrair desses elementos para sua vida?

Coloque aí nos comentários!

(imagem: Freepik | KumarPrem)

Reflex

Este blog tem dois objetivos expressos pela palavra “Reflex”

REFLEX (inglês)

A) adjetivo
reflexivo
introspectivo

B) substantivo
o reflexo
a reprodução

Como adjetivo, reflex expressa, entre outros significados, a qualidade de alguém em introspecção, em reflexão. Isto é, alguém que pensa. E pensa criticamente.

Como substantivo, reflex significa reflexo, reprodução. Isto é, algo ou alguém que tem sua imagem idêntica refletida como num espelho.

Assim, o objetivo aqui é refletir sobre a vida, especialmente no âmbito religioso, especialidade do autor que vos escreve, para que os leitores possam se tornar o reflexo de Cristo, o autor da vida e da história.

Delicie-se. Pense. Seja transformado. Transforme.

é hora de refletir…