Arquivos mensais: janeiro 2017

Verbos Transitivos e Intransitivos

E aí galerinha da escola adventista!!!!!!!

Muita gente costuma ter dúvidas nessa matéria e se atrapalha com esse conteúdo. Há pessoas que ouvem o mesmo por anos e mesmo assim nunca aprende ou não aprende direito. Chegou a vez de acabar com esse medo, enquanto não voltamos às aulas.

1) Verbo Intransitivo

 

É aquele que, por si sozinho, já traz o sentido completo da oração, sem precisar de outro termo para completar o sentido. Ou seja, ele não transita.

EXEMPLO:

O avião caiu ontem em Nova Iguaçu.

O verbo cair é intransitivo, pois a expressão até o verbo é “O AVIÃO CAIU”. Essa expressão (até o verbo) já possui sentido completo. Você consegue entendê-lo, sem precisar de transitar um pouco mais. Sempre que existe esse sentido completo, é um verbo intransitivo.

Essas informações ampliam o significado do verbo, mas não são necessárias para que se compreenda a informação básica.

 

2) Verbo Transitivo

 

É o verbo que vem acompanhado por complemento: quem sente, sente algo; quem revela, revela algo a alguém. Esse verbo tem um sentido que transita, isso é, que segue adiante.

EXEMPLO:

               “Os alunos precisam do professor Rafael”.
O verbo PRECISAR é transitivo, pois, a expressão “OS ALUNOS PRECISAM” não tem sentido completo. Precisam de quê?

 

 

Até aqui é moleza! Mas os verbos transitivos se dividem em:

  1. Verbo Transitivo Direto
  2. Verbo Transitivo Indireto

a) Transitivo Direto: é quando o complemento vem ligado ao verbo diretamente, sem a obrigação da preposição.

                           “Nós escutamos o professor gritando desesperadamente com o Marcelo”.
O verbo é Transitivo porque “NÓS ESCUTAMOS” não tem sentido completo. Escutamos o quê?

Além disso, também não há preposição, portanto, é um Verbo Transitivo Direto.

a) Transitivo Indireto: é quando o complemento (resto da frase) se liga indiretamente ao verbo através de uma preposição.

“O professor de inglês gosta de sorvete – fica a dica”

Como vocês já puderam ver, a expressão até o verbo “O PROFESSOR DE INGLÊS GOSTA” tem sentido incompleto. Afinal, ele gosta de quê? Essa é a pergunta que se faz quando fica o verbo terminado do nada. Por isso é um verbo transitivo, afinal, vamos ter que transitar um pouco mais.

Por que é indireto? Porque há uma preposição após o verbo (DE). Sempre que tiver essa preposição, é um verbo transitivo indireto.

 

 

Mas há também o VERO TRANSITIVO DIRETO E INDIRETO. Mas já é assunto para outra aula.

Por enquanto, fica uma musiquinha para alegrar o seu dia e fixar a matéria:

CLIQUE AQUI CASO NÃO APAREÇA O PLAYER DO YOUTUBE PARA VOCÊ.

Caso você tenha dúvidas ainda, não deixe de procurar o seu professor de Língua Portuguesa. Certamente essa dúvida irá para o espaço!

Aula de Português: Adjetivos (Sexto ano)

Mariazinha encontra sua amiga e diz:
– E aí amiga! Como foi ontem? O que achou do meu primo, Carlos?
– Ele é um feio arrumado!
– Caraca! Como assim?
– Ele é estranho, chato, maluco, gordo, feio, vesgo, …..

Adjetivos é uma das matérias mais fáceis de Língua Portuguesa. Adjetivos são qualidades e defeitos que uma pessoa possa ter. Em melhores palavras, o adjetivo mostra características do substantivo.

Exemplo: Feio, chato, estranho, gordo,….

Na frase: “O professor Rafael é lindo”.
Lindo é a qualidade dele, logo, é o adjetivo.

Classificação do Adjetivo:

Explicativo: Como o nome já diz, ele explica (Não diga?) algo de qualidade própria.
EX: Neve fria (Afinal, a neve é fria) / Coração vermelho (Até porque nem vampiros tem coração de outra cor) / Foto quente (Fogo frio é meio complicado) / Homem mortal (Até onde sabemos, o homem é mortal)

Restritivo: exprime qualidade que não é própria do ser.
EX: fruta madura / Fruta verde / Garoto legal / Garoto feio

Formação do Adjetivo

Quanto à formação, o adjetivo pode ser:

ADJETIVO SIMPLES Formado por um só radical. Por exemplo: brasileiro, escuro, magro, cômico.
ADJETIVO COMPOSTO Formado por mais de um radical. Por exemplo: luso-brasileiro, castanho-escuro, amarelo-canário.
ADJETIVO PRIMITIVO É aquele que dá origem a outros adjetivos. Por exemplo: belo, bom, feliz,  puro.
ADJETIVO DERIVADO É aquele que deriva de substantivos ou verbos. Por exemplo: belíssimo, bondoso, magrelo.

Enquanto não chegamos no dia da matéria, vamos escutando uma musiquinha:

Caso não esteja aparecendo o player do youtube, clique aqui.

Língua Portuguesa no ENEM

Os assuntos que mais aparecem nas questões do Enem desde 2009
Interpretação de texto
Gêneros textuais
Norma culta e popular
Funções da linguagem
Figuras de linguagem
Literatura
Gramática relacionada à semântica

Se você ler atentamente qualquer uma das provas anteriores do Enem, vai perceber que a maior parte das questões, de todas as matérias, depende de uma boa capacidade de interpretação de texto e leitura. Na prova de Linguagens, essa habilidade é, sem comparação, a mais importante e a mais abordada.

De acordo com a professora Fernanda Carvalho Bomfim, do Cursinho do XI, o estudante deve focar a atenção nas figuras de linguagem, em ambiguidade, intertextualidade, síntese e resumo, além de literatura e gêneros textuais.

Importante: é válido ficar atento aos conceitos de denotação e conotação, que costumam ser cobrados e podem confundir o aluno.

Denotação: quando a palavra apresenta o sentido original, sem levar em consideração o contexto da frase, ou seja, tal como aparece no dicionário.
Conotação: quando a palavra aparece com significado, passível de interpretações que dependem do contexto em que está aparecendo.

FONTE : GUIA DO ESTUDANTE

Ordinal Numbers

Ordinal Numbers from 1 through 1,000,000
1 st first 11 th eleventh 21 st twenty-first 31 st thirty-first
2 nd second 12 th twelfth 22 nd twenty-second 40 th fortieth
3 rd third 13 th thirteenth 23 rd twenty-third 50 th fiftieth
4 th fourth 14 th fourteenth 24 th twenty-fourth 60 th sixtieth
5 th fifth 15 th fifteenth 25 th twenty-fifth 70 th seventieth
6 th sixth 16 th sixteenth 26 th twenty-sixth 80 th eightieth
7 th seventh 17 th seventeenth 27 th twenty-seventh 90 th ninetieth
8 th eighth 18 th eighteenth 28 th twenty-eighth 100 th one hundredth
9 th ninth 19 th nineteenth 29 th twenty-ninth 1,000 th one thousandth
10 th tenth 20 th twentieth 30 th thirtieth 1,000,000 th one millionth

Como se diz banheiro em inglês?

Na língua inglesa, existem muitas palavras que podem se referir a “banheiro”, como por exemplo “bathroom” (termo genérico), “restroom”, “washroom” e “toilets”. Qual é o que eu devo usar?

A regra geral é:

Para banheiro em casa:
– Bathroom (American English)
– Toilet (British English)

Para banheiros públicos:
– Restroom (American English)
– Toilet (British English)

Também podemos ver algumas palavras como: “MEN’S ROOM” (banheiro masculino), “LADIES’ ROOM” ou “LADIES ROOM” (banheiro feminino), “POWDER ROOM” (banheiro feminino ou lavabo), “JOHN” (informal), “CAN” (informal) e“LOO” (informal, mais usado no inglês britânico).

Para o banheiro de avião, nós usamos “lavatory” ou “toilet” (“CNN – We were doing repair on the lavatory of the aircraft.”. Vale ressaltar que nos Estados Unidos, “TOILET” quer dizer “vaso sanitário”.

Restaurant in English (Trabalho)

Frases básicas:

– Can I help you? (Posso te ajudar?)
– I would like…. (Eu gostaria de….) EX: I would like a pizza, please
– Please (Por favor)
– Good Morning (Bom dia)
– Have a nice day (Tenha um feliz dia)
– You too (Você também)
– Bye! (Tchau)
– Thanks (Obrigado)

 Possíveis Frases usadas no restaurante, mas não obrigatórias para o trabalho:
– For here or to go? (Para agora ou viagem?)
Possíveis Respostas: For here / To go
– Will that be all? (Apenas isso?)

EXEMPLOS DE COMIDA:
Soda: Refrigerante
Coke: Coca-cola
Iced Tea: Chá Gelado
Orange Juice: Suco de Laranja
Coffe: Café
Milk: Leite:
Water: Água
Apple Pie: Torta de Maçã
Chocolate cake: Bolo de chocolate
Hamburger: Hamburguer.
Hot Dog: Cachorro Quente
Pizza: Pizza
French Fries: Batata Frita