RENASCIMENTO CULTURAL

A CRIAÇÃO DE ADÃO

Dentre as muitas consequências do surgimento da burguesia precisamos destacar o surgimento de uma nova mentalidade  entre os homens da Europa. Este despertar para aspectos durante muito tempo esquecidos ficou conhecido como Renascimento Cultural, e impactou profundamente a sociedade moderna que se formava naquele momento, bem como alteraria o curso da história completamente.

Segue abaixo o link para o resumo a vídeo aula referente a este tema:

Resumo Renascimento Urbano em Tópicos

 

Estudo Livro 1808 – Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil

Mapa Arguquest

A VINDA DA FAMÍLIA REAL PORTUGUESA PARA O BRASIL

DISCUSSÃO LIVRO 1808

A fuga da família real portuguesa para o Rio de Janeiro ocorreu num dos momentos mais apaixonantes e revolucionários do Brasil, de Portugal e do mundo. Guerras napoleônicas, revoluções republicanas, escravidão formaram o caldo no qual se deu a mudança da corte portuguesa e sua instalação no Brasil.
O propósito deste maravilhoso livro, resultado de dez anos de investigação jornalística, é resgatar e contar de forma acessível a história da corte lusitana no Brasil e tentar devolver seus protagonistas à dimensão mais correta possível dos papéis que desempenharam duzentos anos atrás. Escrita por um dos mais influentes jornalistas da atualidade, Laurentino Gomes ‘1808’ é o relato real e definitivo sobre um dos principais momentos da história brasileira.

Como estratégia para aprofundar nosso debate sobre o processo de Independência do Brasil, tema parte do currículo deste  terceiro bimestre das turmas de 8º ano. Usaremos este fascinante leitura como pano de fundo para desenvolvermos nossa discussão sobre os reflexos dos acontecimentos narrados no livro na trajetória histórica brasileira.

Abaixo segue um conjunto de documentos e instruções para o desenvolvimento desta atividade:

 

Documento 3

” A cerimônia era aberta a toda a população, que vinha fazer pedidos diretamente ao rei. Mais de 100 pessoas eram recebidas por dia. Entravam uma de cada vez na sala do trono, ajoelhavam-se diante de D.João e, de olhos baixos, comunicavam em voz alta o seu pedido. Em seguida, beijavam-lhe a mão e deixavam seus requerimentos por escrito ao lado do trono. Estes requerimentos eram lidos e despachados no dia seguinte.  O beija-mão era o momento em que os habitantes do Brasil aproximavam-se di rei para expor seus problemas e pedir favores. Era uma prática fundamental, pois o sistema de governo – a monarquia absoluta – não previa nenhuma outra forma de representação da vontade dos súditos, tudo dependia do favor do rei, desde a concessão de um cargo público até a licença para estabelecer uma manufatura.”

1- Refletir a respeito da seguinte questão:

A cerimônia do beija-mão foi uma prática fundamental do governo de D. João VI no Brasil. Ela se caracterizava pelo favorecimento pessoal, ou seja, cabia ao governante decidir quem teria e quem não teria seus pedidos atendidos, o que muitas vezes era definido por um acordo de vantagens mútuas.

O problema da corrupção no Brasil é caso de cultura ou de polícia?

A Formulem uma “tempestade” de perguntas relacionadas ao problema da corrupção no brasil, suas origens e características:

Confira aqui seu Mapa de Perguntas.

Confira aqui seu Mapa Argumentos

Mapa Arguquest

 

Roteiro de Estudo – O que é História

“Conhecer o passado, entender o presente e construir o futuro.”

A palavra História vem do Grego e significa pesquisa, relato, investigação.

Bases para o Estudo de uma Civilização

_ Fontes Históricas: Fotos, diários, filmes, músicas, roupas, culinária, pintura, objetos, construções, ruínas, etc.

Na história se estuda as sociedades, podemos estruturar as sociedade em 5 áreas:

_ Cultura: conjunto de fatores que inclui o conhecimento, artes, crenças, leis, costumes, hábitos e aptidões adquiridas pelo ser humano.

Não há cultura superior ou inferior, apenas diferentes, assim como os termos primitivo e civilizado não devem ser usados em relação a cultura.

_ Economia: Recurso utilizados para o sustento, incluindo produção, comércio e distribuição, sendo assim as sociedade podem ter:

Economia Agrária; Economia Escravista; Economia Capitalista; Economia de Serviço e outras tantas maneiras de recursos usados para alcançar seu sustento.

_ Política: Pode se definir como o que se pode ou não fazer.

  • Regras e Normas;
  • Relações de poder;
  • Política na família, no bairro, na cidade.

_ Sociedade: O que você faz pra sua sociedade evoluir, qual seu posto social, sua posição na sociedade?

  • Camponeses, comerciantes, religiosos, nobres, escravos.

_ Religião: Conjunto das Crenças, Divindades e do Serviço religioso de um grupo.

FORMAÇÃO DOS CALENDÁRIOS

  • Associação a Natureza: Rotação da Terra, a Lua, Estações do ano e ao Sol
  • Calendário Cristão: Solar, Marco zero nascimento de Jesus.                                     Formalizado em 1582 estabelecido o Calendário Gregoriano.                                   Representação a.C. anos antes de Cristo e d.C. anos depois de Cristo.                      Representação dos Séculos em Algarismo Romano, o ano 1789 está no século XVIII por exemplo.
  • Calendário Judeu: Lunar, Marco Zero no ano 3760 a.c. na criação do mundo.
  • Calendário Muçulmano: Lunar, Marco zero na Hégira no ano 622 d.C.
  • Outros Calendários: Calendário Chinês, Japonês, Maia e Asteca.

PERIODIZAÇÃO DA HISTÓRIA

  • Visão Europeia. Marcada por eventos do ocidente.
  • Pré História: Antes da Escrita.
  • História Antiga: até 476 d.C.- Queda de Roma Ocidental.
  • História Medieval: até 1453 d.C. – Queda de Constantinopla.
  • História Moderna: até 1789 d.C. – Revolução Francesa.