Todos os posts de Tamiris

CAPELAS NO COAG! – Mateus Andrade T:62

Em comemoração a semana da Criança o Colégio Adventista de Gravataí fez uma semana com programações especiais!

Ao longo da semana, os alunos aprenderam sobre como ganhar uma MEDALHA DE HONRA, com o Pastor Cédrik Sprotte, tendo auxílio de apresentações teatrais para falar sobre o assunto.

Na quarta-feira foi apresentado o projeto “CABELAÇO” para a corrida de 10m com doações de 15cm de cabelo pelo professor Eduardo, e na sexta aconteceu o batismo de um aluno no auditório da escola.

Falamos com o Pr. Cédrik, e ele disse que “além de corrida, foi uma ótima semana com muito aprendizado para a vida!”.

Após essa semana, os alunos tiveram feriado de dia das crianças e de dia dos professores.

Matéria por: Mateus Andrade

Gênero: Notícia

VERBOS – Parte I

Oi, meus amores!!!

Hoje nós vamos falar sobre VERBOS, aquela palavrinha que indica ação, estado ou fenômeno da natureza. Partiu?

ESTRUTURA DO VERBO

Do ponto de vista estrutural, o verbo divide-se da seguinte forma:

  • Radical: é a parte de maior sentido no verbo.

Ex: Ouvir – ouv; falava – fal; esclarecer – esclarec

  • Vogal temática: vogal que se une ao radical para conjugar os verbos. O resultado dessa união se chama TEMA;

Ex: Ouvir – i; falava – a; esclarecer – e

1.ª conjugação abrange os verbos cuja vogal temática é A: argumentar, dançar, sambar.
2.ª conjugação abrange os verbos cuja vogal temática é E e O: escrever, ter, supor.
3.ª conjugação abrange os verbos cuja vogal temática é I: emitir, evoluir, ir.
  • Desinências: são responsáveis por indicar o tempo e modo, pessoa e número;
  1. Desinência modo-temporal: é o elemento que designa o tempo e o modo do verbo. Por exemplo:

    falávamos (indica o pretérito imperfeito do indicativo.)
    falasse (indica o pretérito imperfeito do subjuntivo.)

  2. Desinência número-pessoal: é o elemento que designa a pessoa do discurso (1ª, 2ª ou 3ª) e o número (singular ou plural). Por exemplo:

    falamos (indica a 1ª pessoa do plural.)
    falavam(indica a 3ª pessoa do plural.)

CLASSIFICAÇÃO DOS VERBOS

Classificam-se em:

a) Regulares: são aqueles que possuem as desinências normais de sua conjugação e cuja flexão não provoca alterações no radical. Por exemplo:

CANTAR

canto
cantei
cantarei
cantava
cantasse

b) Irregulares: são aqueles cuja flexão provoca alterações no radical ou nas desinências. Por exemplo:

FAZER

faço
fiz
farei
fizesse

Fique ligado que logo tem mais!

O MENINO ABANDONADO – Pedro Collar T:64

Essa é a história de um menino

Que queria ter esperança

Ele preferia ter isso em sua vida

Do que ter uma herança

Ele só estava nas ruas

Porque foi abandonado pelos pais

Não foi ele quem escolheu

Ser deixado para trás

Viver na rua para ele

Era a pior coisa do mundo

Ele preferia fazer qualquer coisa

Para mudar seu rumo

Sua aparência é de

Alguém triste e isolado

Durante todo dia trabalha

Quase nunca fica parado

Todo dia procura alguém

Para o ajudar

O ruim é que as pessoas

Não param de atrapalhar!

Um dia conseguiu alguém

Que queria o ajudar

O deu comida e proteção

Então com ele foi morar!

RESEARCH ABOUT FAMOUS SCULPTORS – Arts Project

Adam Beane is an American sculptor, born in 1974 in Sunny Province, RI, EUA. He is also a musician, he says that white sculpting he listen to music because it is an inspiration. Beane started working in 2002, he has had several projects with big names. The material he uses is the CX5 a product he has developed similar to clay, his works have varying sizes, he usually sculpts famous people such as presidents and gaming characters.

Sofia Carbonera, 83.

 

Aleijadinho (1738-1814) was a sculptor, carver and architect of colonial Brazil. “The Twelve Prophets”, carved in soapstone, to the terrace of the “Sanctuary of Bom Jesus de Matozinhos”, in Congonhas do Campo; the “Seven Christs” for the six “Chapels of the Steps”; the “Chapel of St. Francis of Assisi in Vila Rica”, are testimonies of the artistic development of Minas Gerais in the golden age. His works are spread throughout the cities of Ouro Preto (old Vila Rica), Tiradentes, São João Del-Rei, Mariana, Sabará, Morro Grande and Congonhas do Campo.Antônio Francisco Lisboa, Aleijadinho, died on November 18, 1814, and his body was buried in the Matrix of Antonio Dias, near the altar of the Confraternity of Our Lady of Good Death.

Luiza Estevão, 83.

 

Sylvia Shaw Judson was born in June 30 in the year 1897, she was a profissional sculptor who first started in Chicago, where she was born. His works were, generally, pieces of garden that portray children and animals. Sylvia married Clay Judson in 1921. Her daughter Alice was born in 1922. They lived in an apartment in Chicago and she set up hes studio in a sharded laundry. One of the first sculptures she created as a profissional was Naughty Faun (1923). Many years after his death his serenaly siple “Bird Girl” became widealy known and admired.

Isadora Garcia, 83

 

Victor Brecheret was an Italo-Brazilian sculptor, considered one of the most important of the country. He is responsible for the introduction of the modernism in Brazilian sculpture. His figure was marked by the beret he used to wear, emphasizing a traditional image of the artist. He did various works, such as Monument the flags, San Francisc, Perfume Carrier, etc. He is born in 15/12/1894, and died in 17/12/1955.

Davi Goulart, 83.

 

Research about Famous Painters – Arts Project

Frida Kahlo was a very remarkable character in the history of Mexico. She was a patriot, communist and revolutionary, she had a tragic life, but her willpower made her become a warrior and passed through everything that happened. Through her problems Frida discovered the painting and began to paint and paint and realized that she loved doing that, and in homage to herself she loved to paint herself. Unfortunately on July 13, 1954 Frida is found dead in the bed of her house, the cause of his death was pulmonary embolism. Although we have died to this day we see arts and we know who was this woman and important figure in history.

Bianca Oliveira, 84.

 

 

Vincent Willem Van Gogh was born into a middle-class family and began to draw as a child, characterized as someone serious, quiet and thoughtful. He worked as an art salesman when he was young and traveled frequently, but went into depression after being transferred to London. He returned to the religion and spent time in Belgium as a Protestant missionary. He faced health problems and loneliness until he started painting in 1881, moving to live with his parents. His early works portrayed still lifes and representation of peasants. Vincent Van Gogh moved to Paris in 1886 and met with Emile Bernard and Paul Ganguin, who were expressing themselves against Impressionist sensibility. He created a new approach to still-life and landscapes by producing his works with his paintings getting more vivid colors as he developed a style that settled down completely in 1888. Van Gogh created more than two thousand works in about a decade, producing around 860 oil paintings. His works related landscapes, still lifes, portraits and self-portrait, in vibrant and dramatic colors, with strong and expressive brushstrokes.

Mariana Batista, 84.

 

 

The Spanish artist Pablo Picasso, stood out in several areas of the plastic arts: painting, sculpture, graphic arts and ceramics. Picasso is considered one of the most important plastic artists of the twentieth century. Picasso’s childhood drawings represented scenes of bullfighting. His first work, preserved, was an oil on wood, painted at eight, is called The Bullfighter. Picasso kept this work all his life, taking him with him whenever he moved from home. Years later she painted another similar painting, The Death of the Outspoken and Futile Woman. Picasso is angry and rebellious. This picture is clearly an insulting expression of his relationship with the woman. His father’s main concern with little Pablo was his academic achievement, but he did not spare the opportunity to foster his son’s talent. Drawing was, from an early age, the most appropriate form of Picasso to express himself.

Débora Machado, 84.

 

Romero Britto was born on October 6, 1963 in Recife, Pernambuco, son of Rosemiro and Lourdes Britto. His nationality is Brazilian, but he is domiciled in the United States, married to Cheryl Ann Britto, has a son named Brendan Britto. Romero is a Brazilian painter, sculptor and serigraph. Considered one of the most prestigious artists, he has painted paintings for American celebrities. Also called Brazilian pop artist, as Romero’s works of art are influenced by the Cubist movement and Pop Art. His paintings and sculptures have vibrant nuclei and well-demarcated features.

Julia Soares, 84

FILHOS – Laura Paim T:62

Tive um filho não planejado, meu marido me deixou e esse diário é uma forma de desabafar, já que agora finjo levar tudo bem.

Meu filho Tomás, mais velho, me ajuda a cuidar do Antoni, meu filho mais novo. Eu trabalho muito e ganho pouco, não tenho como sustentar meus filhos e não levo uma vida estável.

Eu amo muito meus filhos, eles são meus maiores tesouros! Mas terei que tomar uma decisão…

Se eu os levo para a família onde trabalho de empregada doméstica e que sei que poderá dar condições muito melhores a eles, e uma vida muito melhor, ou se eles ficam comigo. Essa decisão é muito difícil!

Hoje mesmo terei de decidir. Logo volto para contar a resposta.

“3 horas depois”

Essa decisão foi a mais difícil da minha vida! Mas já me decidi e vou levá-los até a família Albert. Eles serão mais felizes lá.

“No dia seguinte”

Eu já me arrependo da minha decisão, mas sei que foi necessária. Eles já estão em um barco com destino a Londres, onde viverão melhor. Deixei-lhes dois tercinhos, sei que irão lembrar de mim.

 

O texto acima foi escrito como uma proposta de releitura da pintura Amamentar, de Mary Cassatt.

MUSICAL THEATRE – ART PROJECT – 8th grade

Hello guys!

Today I’m posting some materials for you to read and learn more about musical theatre. Please, feel free to explore, search about and watch some of the indicated if you please.

Jobs in the musical theatre

musical_theater_history_powerpoint

BYU lessons about musical theatre

Quizz I

Quizz II

MUSICALS TO WATCH

  1. Dr. Seuss’ How the Grinch Stole Christmas
  2. The Aristocats
  3. Mulan
  4. Beauty and the Beast
  5. Mary Poppins
  6. The Wizard of Oz
  7. Annie (available on Netflix)
  8. Funny Girl (available on Netlix)
  9. West Side Story
  10. Dreamgirls
  11. Hairspray
  12. Les Miserables
  13. A Chorus Line
  14. The Greatest Showman

Xoxo,

Miss Tami

 

Dicionário poético de coisas inexplicáveis!

Os sextos anos realizaram na última semana a criação dos seus próprios dicionários poéticos, baseando-se no livro Mania de Explicação de Adriana Falcão.
Confira algumas das palavras definidas por eles!

A

Alegria: é como se tivesse um aniversário atrás do outro! (Rafaela, 64)
Alteza: que manda e desmanda na minha cabeça. (Gabriel Halon, 63)
Amigo: prefiro estar com ele que comer chocolate! (Kézia, 64)
Amor: começa no começo e termina no fim. (Yasminn, 61)
Ansiedade: um sentimento que não te espera. (Ana Laura, 63)
Aulas: período de interrupção das férias. (Eduardo, 61)
Avião: pássaro de metal. (Luis Felipe, 61)

B

Boato: todo mundo já sabe. (Amanda, 62)
Boi: o marido da vaca! (Josias, 61)
Brincar: coisa divertida que as crianças fazem. (Danielle, 63)

C

Cachorro: animal que faz au au. (Lara, 64)
Calor: quando é verão e parece que você é um forno. (Evelyn, 64)
Cavalo: animal que dá coice. (Dhienifer, 64)
Chácara: casinha muito confortável de vovó. (Ana Lara, 63)
Choro: é o que sai do olho. (Yasmin C, 64)
Coração: lugar que tem espaço pra todas as pessoas que eu amo. (Geovana, 64)
Curiosidade: palavra que no final é um ponto de interrogação. (Guilherme, 61)

D

Dado: objeto quadrado que, se jogarmos, roda. (Yohana, 64)
Dedo: parte do corpo que não deve ter muita intimidade com o nariz. (Eduardo, 61)
Dentista: aquela pessoa que você morre de medo.  (Cristini, 62)
Desespero: é quando você esquece de fazer o tema. (Samuel, 62)
Doente: tem que ir pro hospital. (Arthur, 62)
Dor: você sente quando quebra o dedo. (Karen, 64)
Dor: a felicidade saiu pra comprar melado. (Laura, 62)
Dragão: lagarto voador! (Vitória, 64)
Duvidas: uma coisa que todos temos na escola. (Manuela S, 64)

E

Elefante: animal que come com o nariz. (Arthur, 63)
Elevador: transportador embutido no prédio. (Késsia, 63)
Escada: podemos cair (Manuela R., 64)
Escolha: quando você quer duas coisas e tem que preferir uma. (Pedro, 64)
Esperança: é a última que morre. (Lívia, 62)
Esperto: quando você sabe fazer as coisas. (Rafael, 62)

F

Fada: a do dente troca seu dente por R$1,00. (Juliano, 64)
Falta: sentimos quando alguém não está por perto. (Melany, 61)
Feijão: tem caldo preto, as vezes marrom, não importa, os dois são bons! (Gabriel, 61)
Feio: é quem tem beleza negativa. (Luiz Otávio, 61)
Filmes: bom pra ver comendo pipoca. (Manuela V., 64)
Fogo: quem brinca com ele amanhece mijado. (Brunna, 61)
Folha: um simples papel que você imagina, sonha, descreve… (Sarah, 62)

G

Galo: animal que acorda as pessoas de manhã. (Raí, 61)
Gargalhada: quando sai você fica querendo se esconder. (Juliana, 62)
Gaveta: um portal onde guardamos coisas secretas! (Luisa Soster, 63)
Gelo: parece coração – derrete rápido! (Guilherme, 61)
Gentileza: é quando se ajuda alguém mesmo estando em necessidade. (Nicoly, 63)
Gordo: quando você come muito e sua barriga fica inchada. (Manuella F., 64)
Grito: é o que eu dou quando vejo uma barata! (Laura, 64)
Guerra: uma coisa triste que as pessoas fazem porque querem. (Lorenzo, 63)

H

História: matéria da escola que as vezes dá um pouquinho de sono. (Érika, 62)
Hora: passa muito rápido. (Mateus, 62)
Humildade: deixar de fazer algo por si para fazer por outra pessoa. (Luiza Kaiper, 63)

I

Ilusões: coisas que você cria quando não está muito bem. (Gabriel B, 62)
Infinito: é tão grande que não tem fim.
Inteligência: é bom, mas se errar não tem problema. (Sara, 62)
Irrelevante: uma palavra que nem importa muito. (Gabriel P, 62)

J

Jaguara: palavra que meus pais usam para identificar um cachorrinho sem raça. (Júlia, 64)
Janela: porta de ladrão. (Eduardo, 61)
Joaninha: animal com catapora. (Isabelle S, 62)
Juventude: quando você não tem dor nas costas. (Guilherme, 61)

K

KKKKK: tipo de risada. (Natália, 64)

L

Linguiça: uma salsicha comprida. (João Gabriel, 62)
Louça: odeeeeeeeeeeeeeio lavar! (Yasminn, 61)

M

Macaco: comedor de banana. (Matheus, 61)
Maldade: ver uma série com alguém e essa pessoa assistir alguns episódios sozinha. (Ester, 63)
Manteiga: é igual margarina, só que saudável. (Nathali, 64)
Matemática: matéria mais legal (só que não). (Bianca, 62)
Minotauro: pessoa que tentou engolir um boi inteiro e se engasgou. (Arthur, 63)
Muito: uma coisa em excesso. (Yasmin M., 64)

N

Nada:                              (Gustavo, 63)
Nuvem: o algodão doce do céu. (Ana Laura, 62)

O

Óbvio: uma coisa que tá na cara, né?! (Yohana, 64)
Olhar: tem gente que sorri por ele e eu acho lindo! (Isabelle C, 62)

P

Potencial: que pode ou não acontecer. (Luiza Avila, 63)
Princesa: Léia. (Mateus, 62)

Q

Questão: isso é uma pergunta? (Laura, 64)
Questionar: insistir que o chocolate sumiu quando ele está na sua mão. (Manuella, 63)
Querer: não é poder! (Bruno, 62)
Quieto: quando colam uma fita invisível bem na sua boca. (Felipe, 63)

R

Raiva: quando a bateria do celular acaba. (Rafaela, 64)
Ranço: quando não gostamos de alguém. (Laura, 64)
Riso: som que fazemos quando estamos felizes. (Gabriela, 61)

S

Sapato: é melhor não cheirar! (Isabelle S, 62)
Saudade: é um vazio tão grande que ocupa muito espaço. (Luisa Soster, 63)
Silêncio: os professores vivem pedindo. (Ana Laura, 62)
Sonhar: ter um bolo recheado na sua frente. (Sara, 62)
Sopapo: o que acontece quando só papo não adianta. (Eduardo, 61)
Sorvete: congela o cérebro! (Yasmin, 62)

T

Tema: sempre tem mas ninguém gosta! (Pedro, 62)
Toalha: seca quando você está molhado. (Manuela A, 64)
Touca: usamos no inverno. (Guilherme, 62)
Tu: é trevo de quatro folhaaaas (Manuela R., 64)

U

Umbigo: buraco negro na barriga! (Lívia, 62)
Unha: o que fica em cima da ponta do dedo. (Natália, 64)
Unicórnio: cavalo chifrudo. (Marlon, 63)
Uniforme: nenhum aluno quer vestir. (Brunna, 61)
Universo: perfeito como Deus criou. (Maria Luísa, 61)

V

Vaca: manteiga, leite, ambrosia, requeijão. (Hysadora, 61)
Vassoura: BMW das bruxas. (Angelo, 62)

W

Wikipédia: você usa quando tem preguiça de usar o dicionário. (Yasmin, 62)

X

Xarope: ruim que nem aipim. (Fernanda Flores, 61)
Xícara: coisa onde bebemos chá. (Luiza, 64)
Xixi: todo mundo faz. (Pedro Arthur, 61)
Xuxa: só para baixinhos. (Gabriela, 64)

Z

Zoom: inimigo do Flash! (Pedro, 63)

SAUDADE – Poemas Premiados

A saudade

Brota no peito

Como um rio

Que corre no seu leito

 

Sinto saudade

De um amigo

Que muito

Distante está

 

Saudade de quê?

Saudade pra que?

Só sei que ela existe

Em meu viver

 

A saudade

Mostra enfim

O quanto é importante

Relacionamento pra mim

Yohana Viegas T: 64

 

A saudade é um sentimento

Sentimento de aperto

A saudade mora longe

Mas dentro do peito

 

A  saudade dói

Mas um dia ela passa

Saudade é amor

Que carrega dor

 

Saudades de lugares

Que não conheci

Experiências que não vivi

Momentos que já esqueci

 

Tenho saudade

Das pessoas que conheci

Memórias que esqueci

E amizades que perdi

Manuela Américo T: 64

 

Papai, muito obrigado

Por estar do meu lado

Mamãe, que Deus te cuide

E te dê muita saúde

 

Quando fico longe de vocês

Eu sinto ansiedade

Para eu não ficar

Com uma coisa chamada saudade

 

Quando fico por perto

Com meu abraço te aperto

As vezes vocês dão sorrisos

As vezes me arrepiam

 

A saudade é uma palavra

Que só  se fala no português

Não existe no francês

E nem no inglês

Guilherme Maciel T: 61

 

A saudade quando bate

Não tem muita expressão

Mas vem do coração

Ela pode ser ruim ou não

 

Te acalma, não se desespere

A saudade pode ser boa ou não

Mas saiba que a lembrança vem da memória

Que cada pedaço tem uma história

 

Quando pegar uma foto não pense:

Que pena que não estou mais lá

Mas lembre-se que foi bom

E do que passou e também há de passar

 

E se lembre que tem alguém pra te aconselhar

Que te ama muito, muito mesmo

E não te deixará chorar

Esse alguém é Jesus, que morreu por mim e por você na cruz

Ana Beatriz T: 61

 

Saudade daquele lugar

Que eu deveria estar

Eu gostava de lá

Era onde a todo tempo eu queria estar

Eu quero voltar!

 

A magia daquele lugar

Me fazia acreditar no impossível

Tudo era compreensível

Eu podia sonhar, voar e até viajar

 

Lá eu me sentia especial

Nada era banal

Tudo tinha alto astral

Tudo era especial

 

Essa saudade vai me matar

Eu só quero voltar!

Com meus amigos poder estar

E assim me libertar

 

Eu choro só de lembrar

De como era lá

De como a magia me fazia voar

De como dormir me fazia acordar

Saudades de lá

Laura Paim T: 62

 

Sinto saudade da minha avó

Não a conheci, mas mamãe

Me disse que ela era

Uma pessoa feliz

 

Minha mãe me disse que

Minha avó ficou sabendo

Que ganharia uma netinha

Chamada Cristini

 

Mas o tempo não deu chance

E assim minha avó

Se foi em um instante

 

Queria te conhecer

Mas não foi dessa vez

Vó, sei que você foi feliz

Cristini Peres T: 62

 

Saudade as vezes é boa

Mas quando não sinto dor

Viajando numa lagoa

Pensando em tudo, lembro de você

 

Momentos bons e felizes

Não tem como esquecer

Tudo o que queria era não pensar

Mas só consigo lembrar

 

Lembranças de alegria

Mas agora só há dor

Não te ter ao meu lado

Um belo homem fardado

 

Como se alegrar?

Uma saudade só de lembrar

Você me ensinando com brincadeira

A gente pensa em brincadeira, a gente lembra

 

Vou te levar pra vida

Como um exemplo de pessoa

Não vou ficar triste, como você pediu

Então um belo sorriso se abriu

(Em homenagem ao meu avô)

Isabelle Cardozo T: 62

 

Saudade,

É um sentimento de verdade

Que ninguém quer ter

Mas também não quer perder

 

A saudade não é inimiga

É apenas um sentimento

Então com aquela pessoa especial

Curta cada momento

 

É ruim sentir saudade

De alguém ou de um animal

Mas ela nos faz lembrar

De momentos com a pessoa especial

 

Saudade não é felicidade

Mas mexe com o coração

Saudade de uma amiga

De uma avó ou de um irmão

 

Saudade é realidade

Um sentimento especial

Só existe na língua portuguesa

Mas em cada coração é igual

Isabelle Sulzbach T: 62

 

Saudades da minha avó

Nós sempre ficávamos juntas

Nunca deixaria ela só

Porque eu amo muito minha avó

 

Saudades do mundo antigo

Que na rua não se via

Nenhum bandido!

Que você ficava tranquilo

 

Saudade dos meus amigos

Não que eu os tenha perdido

Sinto faltas das zoeiras

Mas a amizade ainda é verdadeira

 

Sinto saudade de muitas coisas

Era muito doido tudo isso!

Mas fico triste só de pensar

Que algumas coisas não irão voltar

Bianca Pinheiro T: 62