Como otimizar o tempo e aumentar o número de livros lidos?

Dicas para otimizar o tempo e garantir mais leituras em 2019.

1 – Leia todos os dias, mesmo que apenas por alguns minutos
O compromisso diário é um exercício. Ler todos os dias vai deixar você mais atento, mais próximo dos objetivos, mais compromissado. De preferência, estabeleça um horário fixo para a leitura – pode ser antes de dormir ou no intervalo do almoço, por exemplo.

2 – Tenha um caderno para anotar impressões, citações, personagens…

Nunca gostei de riscar ou amassar os livros. Então, sempre mantive um caderno e uma caneta por perto para anotar impressões, passagens interessantes, frases de personagens e outros apontamentos. Com o tempo, acabei percebendo que esse hábito me deixava mais concentrada na leitura e me fazia ter mais interesse pelo que estava lendo.

3 – Leia em todos os lugares
Essa é uma dica velha. Fila de banco, fila da padaria, fila das lotéricas, no ônibus, no metrô… Aproveitar cada momento para ler é salvador. Ao invés de perder tempo com o celular e as redes sociais, use essas brechas para garantir mais algumas páginas lidas.

4 – Estabeleça metas reais
Essa dica vale para várias áreas da vida. “Vou ler dois livros por semana” pode não estar dentro das suas possibilidades. Então, por qual motivo vamos estabelecer metas irreais? O ideal é colocar boas metas, tangíveis, reais, mensuráveis, realizáveis. Acredite, isso vai evitar o sentimento de frustração por não ter alcançado aquela proposta prometida.

5 – Leia contos e poesias!
Sim, muitas vezes, nós subestimamos os contos e as poesias. Colocamos como leituras apenas aqueles romances enormes e acabamos por não conseguir avançar muito nas páginas. Por que não colocar um conto como meta semanal? E um livro de poesias para o mês? São leituras ricas, frutíferas e que darão a sensação de “tarefa realizada”.

6 – Busque clubes de leitura
Ler é uma atividade solitária, é claro. Mas compartilhar as impressões sobre o livro é muito divertido. Em Fortaleza, por exemplo, há diversos clubes de leitura – com os mais variados temas e horários. Além disso, ter o compromisso para terminar a leitura até “data x” vai fazer você ler mais rápido e com mais dedicação.

7 – Crie boas rotinas de leitura
A minha é fazer um chá e ficar lendo enquanto aguardo “esfriar”. Cada pessoa pode ter um ritual próprio – capaz de despertar os sentidos e dar prazer. Rituais fazem parte da valorização do nosso momento com os livros.

8 – Leia no formato virtual
Eu sou uma amante do papel. Gosto do cheiro, do peso do livro e de todo o resto. Mas, admito, os formatos virtuais são salvadores. Podemos ler um capítulo no celular, pegar algumas poesias no tablet…

9 – Busque novos livros e novos autores
O mundo está repleto de autores incríveis e livros nunca lidos. Por qual razão estamos sempre buscando as mesmas referências? Diversificar as leituras é um caminho para nos deixar instigados! Então, vamos ler aquela autora norueguesa da qual nunca ouvimos falar, sim! E vamos ler aquele livro de título estranho, mas que pode se tornar a obra da nossa vida!

10 – Mescle leituras
Um livro da faculdade, outro por fruição. Um livro teórico, uma revista em quadrinhos. Mesclar leituras nos deixa mais descansados e dispostos para encarar a próxima obra.

Fonte: https://www.livrosepessoas.com/2019/02/06/por-um-2019-de-mais-leituras-como-otimizar-o-tempo-e-aumentar-o-numero-de-livros-lidos/?fbclid=IwAR0W2MEQNn2-ixctrHhMip43CLn0w-8eX7MXmf07xmtVLouhwsTbjuRIOKY 

Expressões para Iniciar uma Conclusão

As expressões apresentadas nesta postagem, auxiliam a iniciar a conclusão de um texto, mas não as tomem como regra infalível.
Antes de usá-las, analise bem o tema e saiba o que escrever, para que a expressão inicial não fique solta dentro do contexto.

► Em virtude dos fatos mencionados…

► Por isso tudo…

► Levando-se em consideração esses aspectos…

► Dessa forma…

► Em vista dos argumentos apresentados…

► Dado o exposto…

► Tendo em vista aspectos observados…

► Levando-se em conta o que foi observado…

► Em virtude do que foi mencionado…

► Por todos, esses aspectos…

► Pela observação dos aspectos analisados…

► Portanto … / logo…/ então…/Assim…

► Em face aos dados apresentados… Em face a essa realidade…

1. Após a frase inicial, pode-se continuar a conclusão com as seguintes frases:

► entende-se que

► conclui-se que…

► percebe-se que…

► resta aos homens…

► é imprescindível que todos se conscientizem, que se sensibilizem de que de…

► só nos resta esperar que …

► é preciso que…

► é necessário que…

► faz se necessário que…

Fonte: http://professordiegolucas.blogspot.com/2014/03/expressoes-para-iniciar-introducao.html

Expressões para Iniciar o Desenvolvimento

As expressões apresentadas nesta postagem, auxiliam a iniciar o desenvolvimento de um texto, mas não as tomem como regra infalível.
Antes de usá-las, analise bem o tema e saiba o que escrever, para que a expressão inicial não fique solta dentro do contexto.

1.  Frases para parágrafos que explorem causas e consequências:

► Ao se examinarem alguns… verifica-se que…

►Pode-se mencionar, por exemplo…,

►Em consequência disso, vê-se, a todo instante,…

2.  Frases para parágrafos que explorem prós e contras:

►Alguns argumentam que… Além disso … . Isso sem contar que …..

► Outros, porém,… Há registros históricos de… que…

3. Frases para parágrafos que explorem trajetória histórica:

► No século… / Em meados dos anos… Quando…, percebia-se que…

► Atualmente, observa-se que…

► Em consequência disso, nota-se…

4. Outras frases:

► Dentre os inúmeros motivos que levaram  o (ao) ….. é incontestável que…

5. É muito importante que os parágrafos do desenvolvimento tenham ligação,  a fim de que não transformem o texto em uma sequência de parágrafos desconexos. Segue abaixo uma série de conectivos que podem ser utilizados na ligação entre os parágrafos do desenvolvimento:

► Além disso…

► Outro fator existente

► Outra preocupação constante…

► Ainda convém lembrar …

► Por outro lado…

► Porém, mas, contudo, todavia, no entanto, entretanto …

► Expressões do tipo “quanto ao primeiro item”, “No que tange ao…”,  “Finalmente no que diz respeito…”. Vão dar coesão ao texto.

Fonte: http://professordiegolucas.blogspot.com/2014/03/expressoes-para-iniciar-introducao.html

Expressões para Iniciar uma Introdução

As expressões apresentadas nesta postagem, auxiliam a iniciar a introdução de um texto, mas não as tomem como regra infalível. Antes de usá-las, analise bem o tema e saiba o que escrever, para que a expressão inicial não fique solta dentro do contexto.

 ► É de conhecimento geral que…
► Todos sabem que, em nosso país, há tempos, observa-se…
Obs.: Nesse caso, foi utilizada a circunstância de lugar (em nosso país) e de tempo (há tempos), com intuito de apresentar que é possível incluir circunstâncias diversas na introdução, não somente as que estão expostas aqui. Outro elemento com o qual se deve tomar muito cuidado é o pronome se. Nesse caso, ele é partícula apassivadora, portanto o verbo deverá concordar com o elemento que vier à frente (singular ou plural)
► Cogita-se, com muita freqüência de…
Obs.: O mesmo raciocínio da questão anterior, agora com a circunstância de modo (com muita freqüência).
► Muito se tem discutido, recentemente, acerca de…
► Muito se debate, hoje em dia…
Obs.: Partícula apassivadora novamente. Cuidado com a concordância.
► O (A) __________ é de fundamental importância em…
► É de fundamental importância o (a)___________.
► É indiscutível que…/ inegável que…
► Muito se discute a importância de…
► Comenta-se, com freqüência, a respeito de…
► Não raro, toma-se conhecimento, por meio de…, de
► Apesar de muitos acreditarem que… (refutação).
► Ao contrário do que muitos acreditam … (refutação).
► Pode-se afirmar que, em razão de …( devido a, pelo)
► Ao fazer uma análise da sociedade, busca-se descobrir as causas de…
► Talvez seja difícil dizer o motivo pelo qual…
► Ao analisar o (a, os, a)…, é possível conhecer o (a, os, as)…, pois…
fonte: http://professordiegolucas.blogspot.com/2014/03/expressoes-para-iniciar-introducao.html

Orientação – Texto Dissertativo-Argumentativo

Dissertar é falar sobre determinado assunto

Argumentar é defender uma tese (opinião) com base em argumentos.

Características do texto dissertativo-argumentativo.

– Os verbos são usados na 3ª pessoa (é, têm sido cometidos, levaram, etc.);

– A linguagem é formal, ou seja, não se usam gírias nem expressões típicas da língua oral;

– As palavras são usadas em seu sentido denotativo (o que aparece no dicionário);

– Utiliza-se linguagem impessoal, ou seja, não se empregam expressões como eu acho ou na minha opinião, pois já se subentende que o autor está expondo seu ponto de vista, portanto explicitar isso seria repetitivo.

TEMA é o assunto sobre o qual você irá falar.

TESE é o ponto de vista (opinião) que será defendido ao longo de sua composição. ARGUMENTOS são os motivos (porquês) pelos quais se defende determinada opinião. São utilizados para embasar (fortalecer) um ponto de vista (posicionamento).

Orientações para iniciar a produção do texto:

1º. Tema -Selecione o assunto que será abordado na redação e escolha o seu posicionamento: a favor ou contra? Em seguida, elabore uma frase que contenha o assunto e sua posição (tese) a respeito dele.

2º. Após a escolha do tema/tese (assunto e posicionamento), pense em duas ou três razões, motivos (porquês) para o seu posicionamento.

Estrutura do texto dissertativo-argumentativo.:

Introdução – Escreva primeiramente a frase, contendo o assunto e seu posicionamento, e, em seguida, ligue-a aos dois ou três argumentos (razões). Estará formado o primeiro parágrafo do texto.

Desenvolvimento – No segundo parágrafo, detalhe o primeiro argumento. No terceiro parágrafo, desenvolva o segundo argumento. Se houver um terceiro argumento, detalhe-o no quarto parágrafo.

Conclusão – Agora, no último parágrafo, reafirme o tema com outras palavras e apresente possíveis soluções para o problema.

Fonte: CASTRO, Jane. Sistema Equipe de Ensino: Atividades de Redação.